Translate

O que você procura!

Inscreva-se por Email

09 janeiro 2016

MULHERES

historia fantastica

Parte III

Piratas e Bruxas

GRACE O'MALLEY


No século 16 , quando era apenas uma menina na costa irlandesa , Grace O'Malley tinha um sonho: navegar pelos sete mares com seu pai. Quando lhe disseram que isso seria impossível porque seus longos cabelos enroscariam nas cordas , ela passou a tesoura neles.
Essa excentricidade lhe rendeu não apenas a entrada livre a bordo mas também a fama de destemida, e os apelidos de Gráinne Mhaol ( que significa Grace a careca) e de Granuaile. Ela fez de tudo : durante os sessentas seguintes , O'Malley aterrorizou os mares como pirata ,capitã , amante e mãe , tornando-se uma das figuras mais famosas da historia irlandesa. 
O primeiro marido de O' Malley  , com quem teve 3 filhos , morreu cedo em batalha . Para superar a perda , ela navegou de lá para cá entre o Báltico  e a Espanha , atrás de âmbar , seda armas e vinhos ( parte dos quais ela comprou , muitos dos quais ela roubou). Nessa época ela conheceu "Iron Dick" Burke o dono do chique Rockfleet Castle. Depois de uma breve paquera , eles se casarão de acordo com o antigo código irlandês , que dizia "por um ano, com certeza". Dizem que ela se separou logo após o fim do período de testes e ficou com o castelo. Naquele momento, ela já era uma fora da lei conhecida internacionalmente e as autoridades ofereciam grandes recompensas por sua captura. Em 1593 os ingleses capturaram vários membros de sua família e ela navegou até a Inglaterra para pedir a rainha Elizabeth que os libertasse .
Apesar de O'Malley ter se recusado a se curvar diante de sua Majestade , dizendo que também era uma rainha ,e mais ainda , que não era uma súdita inglesa , a rainha acabou gostando dela e lhe deu anistia sob a condição de que parasse de pilhar a Grã -Bretanha Ela concordou , mas logo voltou á pirataria , embora, na maioria das vezes , contra os" inimigos " da Inglaterra.

Em comunhão com o espirito de O'Malley , no condado de Mayo você encontrará infinitas praias e ilhas intocadas ,que foram praticamente esvaziadas durante a grande fome.
Uma escultura da rainha pirata, de bronze e com mais de metros de altura, foi inaugurada há alguns anos em Westport House , e o castelo de Rockfleet ainda está em pé , próximo a Newport (que é aberto ao publico no verão ). Pegue um barco no píer ali perto e veleje até Clare , a ilha montanhosa que ela chamava de lar ( assim como o fazem cerca de 200 pessoas hoje).No extremo leste da ilha estão as ruinas de uma torre conhecida como Grace O'Malley castle; perto da costa sul há um mosteiro cisterciense , onde fica o tumulo de Grace O'malley no qual se lê :"Invencível na terra e no mar."
Aproveite e explore o resto do condado de Mayo , que está bem fora do circuito ( o que pode ter mudado um pouco , já que a vida de Grace se tornou tema de um musical da Broadway chamado The Pirate Queen ). Mergulhadores vão se encantar com a vida marinha : aqui se pode ver de tudo , desde lagostin e bodiões até marachombas. A melhor época para visitar a região são as duas primeiras semanas de agosto , quando os habitantes de lá celebram um festival chamado Scoil Acla , que inclui muita cantoria e dança.



AS BRUXAS DE SALEM
As bruxas de Salen

A histeria começou nessa pequena cidade de Massachussetts em 1692 , quando a filha e a sobrinha do reverendo local foram abatidas por uma enfermidade que estava " além dos efeitos poderosos de um ataque epilético ou de uma doença natural". Quando o medico da família não conseguia diagnosticar o que elas tinham , chegou-se à conclusão de que as meninas estavam enfeitiçadas . Uma pedinte , velha escrava doente vinda de Barbados , chamada Tituba , foi a primeira a ser acusada nos infelizes julgamentos das Bruxas de Salem. Apesar de elas terem sido colocadas atrás das grades , a loucura não parou por ai : as garotas começaram a acusar cada vez mais vizinhas de praticarem magia negra e bruxaria. Logo a prisão estava superlotada e o governador convocou um homem que havia estudado teologia  e não direito para ser o juiz do caso. Ao longo dos abusivos julgamentos , as meninas apontavam para as desafortunadas prisioneiras e gritavam " A noite , ela vem na minha casa e me atormenta! Ela me tortura!" Depois de uma semana , a corte condenou e enforcou a primeira mulher e, no fim , 19 pessoas haviam sido levianamente mortas , das quais apenas seis não eram mulheres.
O interessante é que no inicio dos anos de 1950 , quando Arthur Miller visitou a cidade para fazer pesquisas para sua peça As bruxas de Salem , ninguém queria tocar no assunto. Isso mudou nos anos de 1970 , quando o seriado A feiticeira gravou uma serie de episódios em Salem a cidade assistiu a um crescimento no turismo. Percebendo as possibilidades de negocio , apareceram alguns museus e supostas bruxas.
Dizem que há mais bruxas em Salem do em qualquer outro lugar dos Estados Unidos.O Broon Closet  na central street nº 3 é a única loja especializada em bruxaria que oferece " a melhor seleção de material para rituais e ferramentas de transformação para o desenvolvimento pessoal e para o autoconhecimento". Isso inclui capas de época da rainha Vitória ,jogos de runas , bolas de cristal , pentáculos e uma coleção de varinhas das 3 Deusas . Já a Crow Haven Corner oferece uma serie de serviços : desde consultas paranormais e jogos de tarô ate leitura de pêndulo e quiromancia a "wiccanings" ( batismo ao estilo pagão) e descarregos ( para seu carro, casa ou para você mesma) , na Essex Street nº 125. Eles também oferecem passeios de 1 hora " com bruxas de Salem de verdade"! , com visitas a lugares como o cemitério Burying Point e a prisão do condado de Essex.
A apenas oito quilômetros dali , a cidade de Danvers é outro lugar para visitar pontos turísticos enfeitiçados. O arquivo central da cidade  na biblioteca do Peabody Institute guarda uma impressionante coleção de publicações relacionadas ás bruxas de Salem , e o Witchcraft victims' Memorial é um emocionante tributo aqueles que morreram. Na Pine Street nº149 , visite a casa do século 17 onde morava Rebecca Nurse, a senhora de 71 anos e mãe de 8 filhos que foi condenada e enforcada durante os julgamentos. Quando foi acusada , ela exclamou: " A respeito disso , sou tão inocente quanto uma criança que ainda não nasceu , mas , pelos pecados não arrependidos que Deus  tenha encontrado em mim , Ele deve me impor tais aflições nesta idade."
" Se for possível que mais nenhum sangue inocente seja derramado...
Estarei livre desse pecado."
Mary Easty , enforcada como bruxa em 22 de Setembro de 1692



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...